Viagem pela primeira vez ao Pantanal : conheça 3 dicas para se planejar

Planejando viagem ao Pantanal

Vai realizar sua primeira viagem ao Pantanal? Não deixe que a ansiedade de conhecer a região e o deslumbramento por suas belezas naturais atrapalhem seu planejamento. Escolher o local onde vai se hospedar, quais itens devem ser incluídos na mala e, o melhor de tudo, o que fazer no Pantanal, são detalhes que você deve planejar cuidadosamente antes do passeio.

Para ajudar no seu planejamento, preparamos 3 dicas que vão fazer toda a diferença em sua viagem. Acompanhe no post!

1. Conheça as características do Pantanal

A primeira viagem ao Pantanal deve incluir um bom trabalho de pesquisa. Entender a dinâmica do local e como as mudanças climáticas afetam sua paisagem é fundamental para garantir que o passeio atenda a suas expectativas.

Saiba um pouco mais sobre as características do Pantanal!

Localização

Patrimônio Natural da Humanidade, o Pantanal é uma das maiores planícies inundáveis do mundo. Localizado nos estados do Mato Grosso e Mato Grosso do Sul, é o menor dos biomas brasileiros, ocupando 2% do território nacional. Abrange também parte dos territórios da Bolívia e do Paraguai.

Biodiversidade

Por estar em uma área de transição, sofre influência direta de outros três biomas brasileiros: Amazônia, Cerrado e Mata Atlântica, o que interfere tanto na diversidade de suas paisagens quanto no grande número de espécies que habitam a região. Já foram identificados pelo menos 3,5 mil tipos de plantas, 159 mamíferos, 325 peixes, 53 anfíbios, 98 répteis e 656 aves.

Clima

O Pantanal pode ser visitado durante o ano inteiro; no entanto, suas paisagens mudam de acordo com a estação. Marcado pelo clima continental, é quente o ano todo, tendo duas estações bem definidas: o verão, quente e chuvoso, e o inverno, seco e com temperaturas mais amenas.

Entenda as vantagens de cada período a seguir:

  • período das chuvas: se estende de outubro a maio. As inundações atingem as regiões mais baixas, formando um belo espelho d’água. O local fica praticamente intransitável por terra, sendo o momento ideal para quem quer apreciar a vida aquática da região e apreciar a bela vegetação que se renova com as chuvas;
  • período da seca: a estiagem vai de maio a setembro e é a melhor época para quem quer apreciar os animais pantaneiros, que saem em busca de alimento e água. É também o período de acasalamento das aves e mamíferos, da florada dos ipês, o que garante um belo espetáculo natural. Também é ideal para quem quer fazer passeios de carro, barco ou a pé para admirar a fauna e flora local de perto.

Pontos de acesso para sua viagem ao Pantanal

Cuiabá, no Mato Grosso, e Campo Grande, no Mato Grosso do Sul, são as principais rotas de acesso ao Pantanal. A região se divide entre Pantanal Norte (Pantanal Amazônico) e Sul (Pantanal Maior).

Localizado no Mato Grosso do Sul, o Pantanal Sul compreende as cidades de Aquidauana, Miranda, Corumbá e Porto Murtinho. Já o Pantanal Norte inclui as cidades matogrossenses Poconé, Cáceres e Barão de Melgaço.

2. Escolha um hotel confiável e de qualidade

Esse detalhe fará muita diferença em sua viagem ao Pantanal, pois é na hospedagem que você terá o apoio antes e após cada passeio, e, principalmente, descansará depois de um dia cheio de experiências novas.

Por isso, na hora de escolher o hotel, considere as avaliações feitas pelos visitantes e escolha o que for mais confiável e apresentar a qualidade que você merece. Além disso, não deixe que o menor preço defina sua hospedagem, e sim o custo-benefício, o que inclui a localização, as comodidades, os passeios inclusos, o atendimento etc.

Na cidade de Poconé, no coração do Pantanal, você encontrará opções de hospedagem que atenderão suas expectativas em relação ao conforto e qualidade. Planejamento e antecedência na reserva são fundamentais para garantir que as melhores opções ainda estejam disponíveis.

3. Pesquise sobre as atrações locais

Chegamos a uma importante questão: o que fazer no Pantanal? Opções não faltam e, como já destacamos anteriormente, o roteiro de viagem depende muito do período da visita.

Independente da época da viagem ao Pantanal, separe um dia para passear de barco, preferencialmente à tarde, para ver o pôr do sol e apreciar as aves e toda a vida aquática da região. Se seu objetivo é a pesca, o melhor período é a estação chuvosa.

Também inclua no roteiro cavalgadas nas regiões mais alagadas e conheça de perto a fauna e a flora local, especialmente o tuiuiú, ave símbolo do Pantanal. Na época da seca, outra ótima opção, são as trilhas, nas quais é possível adentrar a vegetação e ter um contato mais próximo com a biodiversidade local.

Outra atração imperdível é o safári, passeio ideal para ver e fotografar os animais da região. Conduzidos por um guia e motorista, ele é uma experiência única de contato com a natureza e também de aprendizado. Pode ser realizado durante o dia ou à noite (focagem noturna), sendo ideal para observar diferentes mamíferos, répteis e aves, incluindo aqui uma das estrelas da região, que é a onça pintada.

Também não deixe de apreciar a culinária pantaneira e experimentar os peixes típicos de água doce, como pacu e pintado, o caldo de piranha, além de uma deliciosa farofa de banana-da-terra. Opções não faltam.

Dica extra! Faça uma mala prática e eficiente

Para visitar o Pantanal, monte uma mala prática e sem excessos. Não há necessidade de exagerar na quantidade de roupas e calçados, o mais importante é que eles sejam adequados para os passeios que deseja fazer.

Na hora de preparar a bagagem, considere as seguintes dicas:

  • leve pelo menos um agasalho para passeios noturnos, pois a região costuma esfriar bastante;
  • use calçados confortáveis para caminhadas, como tênis e botas;
  • inclua roupas confortáveis e frescas para os passeios diurnos;
  • não esqueça o protetor solar, repelente, óculos de sol, boné ou chapéu para se proteger do sol.

Viu como é fácil se preparar para sua primeira viagem ao Pantanal? Conhecer as características da região, reservar um hotel de confiança, definir o que fazer no Pantanal e preparar uma mala prática são dicas que vão fazer seu passeio um momento inesquecível.

Gostou desse texto? Então, compartilhe esse conteúdo em suas redes sociais e incentive seus amigos a embarcarem nessa viagem imperdível!

 

Comments

comments



Assine nossa Newsletter





Acompanhe a Rede de Hotéis Mato Grosso nas Redes Sociais

EnglishFrenchPortugueseSpanish