Alta temporada de turismo no Pantanal: por que visitar?

O Pantanal é reconhecido mundialmente por sua biodiversidade e beleza natural. Não é à toa que o turismo no Pantanal mato-grossense atrai inúmeros visitantes não só brasileiros, como também estrangeiros em busca desse encontro com o meio ambiente, com a fauna e com a flora típicas do local.

Contudo, junto com a vontade de visitar o Pantanal surgem algumas dúvidas. Afinal, qual é a melhor época para viajar? Por que conhecer esse ecossistema?

Neste texto, apresentaremos as melhores opções que o turismo no Pantanal mato-grossense pode oferecer e, ao final, você entenderá porque visitá-lo na alta temporada é a melhor opção. Confira!

Por que conhecer o Pantanal?

Considerado a maior planície inundável do mundo, o Pantanal abrange áreas pertencentes ao Brasil, Paraguai e Bolívia, contando com 250 mil quilômetros quadrados, sendo 155 mil deles em território brasileiro.

No nosso país, a região faz parte de dois estados: Mato Grosso e Mato Grosso do Sul. No primeiro, temos o Pantanal do Norte localizado nas cidades de Cáceres, Poconé e Barão de Melgaço. Já o Pantanal do Sul integra as cidades de Miranda, Aquidauana e Corumbá, na região sul-mato-grossense.

Eleito Patrimônio Natural da Humanidade pela Unesco, o Pantanal é o menor bioma brasileiro. Ocupa uma área de transição e por isso sofre influência direta de outros três biomas: Amazônia, Cerrado e Mata Atlântica, o que contribui para a diversidade das paisagens e também de animais na região.

Por falar em bioma, sua fauna e flora são extremamente ricas e convidativas para um passeio em meio à natureza. São pelo menos 3,5 mil espécies de plantas, 325 peixes, 53 anfíbios, 98 répteis, 656 aves e 159 mamíferos. Seja de barco, de carro ou a cavalo, conhecê-las de perto é uma experiência única.

Cortado pelo rio Paraguai e seus afluentes, a flutuação do nível de suas águas é a principal marca pantaneira, sendo a variação dos momentos de cheia e de seca essencial para a sobrevivência de todo o seu bioma.

Marcado pelo clima Tropical Continental, a região é quente o ano todo, com temperatura média anual de 24ºC. Apresenta duas estações bem marcadas, sendo as chuvas concentradas no verão e o inverno, seco.

Entenda as características de cada estação.

  • Verão (janeiro a março): com temperaturas médias de 32°C, essa é a estação das chuvas. A planície começa a alagar e os animais buscam então as áreas mais altas para se abrigar. É também o período de migração das aves;
  • Outono (abril a junho): é o início do período da seca. O céu da região fica mais claro e os campos se tornam mais verdes;
  • Inverno (de julho a setembro): é o melhor momento para ver os animais do Pantanal, pois com o nível dos rios mais baixos, eles saem em busca de comida e água. Os dias podem ser quentes, mas as noites são estreladas e mais frescas, com temperatura média de 21°C;
  • Primavera (de agosto a dezembro): Temporada de céu claro e do acasalamento dos mamíferos. A partir de outubro temos o retorno de chuvas mais intensas na região.

Quais as vantagens de viajar na alta temporada?

A alta temporada compreende o período de julho a outubro. As temperaturas amenas e o tempo mais seco favorecem o turismo no Pantanal mato-grossense, oferecendo aos visitantes inúmeras possibilidades para aproveitar as belezas do lugar.

Apesar de muitos turistas associarem a alta temporada aos custos elevados, visitar a região nesse período é um ótimo custo-benefício para quem deseja aproveitar o melhor que o Pantanal tem a oferecer.

Conheça as principais vantagens a seguir.

Natureza exuberante

Os períodos de chuva e seca mudam completamente a paisagem da região. Nos meses mais úmidos, os rios sobem e dificultam a locomoção. Além disso, os animais tendem a se esconder nessa época.

Portanto, para conhecer a fauna e a flora do local, o ideal é que a temperatura esteja mais amena e as noites repletas de estrelas, sem nuvens. Entre os meses de maio e setembro, as águas estão mais baixas e você poderá ver com tranquilidade os animais e a vegetação.

Outro momento inesquecível para quem visita o Pantanal nesse período é a floração dos Ipês. Geralmente no final de julho e começo de agosto a região muda de cor. Ganha primeiro tons de rosa e, depois, amarelo.

Clima com temperaturas agradáveis

Durante esse período, os dias são quentes e as noites, mais frias. Então, aposte em roupas leves e confortáveis, mas não se esqueça de colocar um casaco na mala para os passeios noturnos ou ao amanhecer. Também leve tênis e botas confortáveis. Repelente e protetor solar não podem faltar, assim como um chapéu ou um boné.

Todos os passeios são oferecidos por guias locais, mas você também pode se aventurar fazendo seu próprio roteiro. Sem dúvida alguma, será uma viagem inesquecível para toda a família!

Melhor custo-benefício da hospedagem

Se a preocupação é com lugares cheios, saiba que a região conta com uma extensa rede de hotéis, dispostos em diferentes municípios do Mato Grosso, o que permite ter contato com variados locais pantaneiros.

Se o seu destino é o Pantanal mato-grossense, Poconé fica no coração do Pantanal e é a principal cidade para se hospedar. A partir dela, você encontrará os principais passeios para explorar tudo o que o bioma pode oferecer.

Na alta temporada, os hotéis costumam oferecer algum passeio diário, que é muito mais proveitoso com o tempo seco e aberto, além da pensão completa inclusa na maioria das diárias.

Se você escolher um hotel próximo à Transpantaneira (principal rodovia da região), poderá aproveitar melhor tudo o que o Pantanal oferece na alta temporada. São inúmeras opções, com muito conforto e tudo no clima rústico que o local pede.

Portanto, mesmo que os valores na baixa temporada sejam menores, você não aproveitará tudo de bom que o turismo no Pantanal possui. Dessa forma, analise o custo-benefício da hospedagem e você verá que a alta temporada é a melhor época para conhecer o Pantanal.

O que o turismo no Pantanal mato-grossense oferece?

Independente do motivo da sua viagem — passar um tempo em família, descansar, entrar em contato com a natureza ou mesmo se aventurar — o turismo no Pantanal mato-grossense tem opções variadas, capazes de atender a todos os gostos e perfis.

Descubra algumas atrações imperdíveis!

Cultura pantaneira

A cultura pantaneira é bastante característica e digna de ser conhecida por todos os turistas. Isso porque, descendente dos bandeirantes e dos garimpeiros do século XVIII, o homem pantaneiro conhece bem o movimento das águas locais, além de possuir histórias provenientes do convívio com os animais.

Trata-se de um povo formado por várias influências, principalmente dos países vizinhos (Paraguai, Bolívia e Argentina). Por isso, visitar o local é uma verdadeira aula de História, já que, no Pantanal, é possível identificar a confluência de hábitos, costumes e até mesmo culinária que essas pessoas carregam consigo.

Falando em culinária, a gastronomia pantaneira é uma rica experiência cultural e merece ser apreciada. Assados, fritos ou ensopados, os pescados são as estrelas da região e imperam nos cardápios, com aquele toque a mais das receitas caseiras.

Outros pratos típicos são o caldo de piranha, pintado ao urucum, arroz de carreteiro e churrasco pantaneiro. Delícias que você deve experimentar!

Cavalgadas

Tradicionais do Pantanal, as cavalgadas são uma oportunidade e tanto de conhecer mais detalhadamente a região. A cavalo, é possível chegar a lugares que sem ele seria quase impossível e, assim, ter uma experiência ainda mais enriquecedora.

Esses passeios normalmente são feitos durante os períodos de seca (entre maio e setembro), sendo possível ter acesso a locais específicos. Muitas fazendas da região permitem, inclusive, que os turistas cavalguem por suas terras.

Observação de aves

Dada a variedade da fauna pantaneira, no local é possível encontrar, além do tuiuiú — símbolo do Pantanal —, outras aves de diversas espécies, como a arara azul, tucano, garça branca, araçaris etc.

Como o período da seca é a época de reprodução de muitas pássaros, é possível avistar muitos ninhos nos topos das árvores. Para os amantes das aves, existe, inclusive, uma fazenda especializada, onde é possível estudar ou até mesmo observar muitas delas.

Safari e focagem noturna

Os safaris fotográficos são passeios diurnos em carros abertos para a observação da flora e fauna local.  Na Estrada Parque, que corta o Pantanal com seus 120 km de extensão, você poderá ver, por exemplo, animais silvestres, como tamanduás, jacarés, pacas, capivaras, quatis, macacos e, com um pouco de sorte, cruzar com a famosa onça-pintada. Para realizar todo o percurso, é necessário cerca de 4 horas.

Também existem safaris noturnos, as focagens, quando a chance de encontrar a onça-pintada é bem maior, devido aos hábitos noturnos do animal. Você também poderá se deparar com jacarés, lobos e corujas.

Tanto o safari quanto a focagem noturna são conduzidos por guias que, além de conhecerem os hábitos dos animais, compartilham seus conhecimentos com os turistas, tornando o passeio uma aula sobre a vida silvestre. Outra vantagem da atração é sair das trilhas convencionais para explorar locais menos acessíveis.

Trilhas

Além de proporcionarem um contato mais íntimo com a natureza, as trilhas também permitem a observação de pequenos animais e da vegetação de florestas e campos abertos. Organizados em pequenos grupos, os turistas fazem um trajeto de alguns dias e têm a oportunidade de acampar na região, dormir em redes e vivenciar as condições naturais do local, como sol, chuva, frio; banho de rio e alguns pernilongos.

Passeio de canoa

Ótima opção para apreciar os sons da natureza e as ricas paisagens dos rios e lagoas do Pantanal, o passeio de canoa canadense é conduzido pelo próprio visitante. As canoas podem ter entre 2 e 4 lugares e oferecem um contato direto com a vida aquática da região. Além disso, o passeio não exige experiência prévia de canoagem e também não tem limite de idade.

Como mostramos no texto, o turismo no Pantanal mato-grossense oferece muitas opções para os visitantes, sendo a alta temporada o momento ideal para o contato mais próximo com os animais e também para aproveitar todas as belezas e riquezas da região.

A alta temporada chegou! Que tal se preparar, recebendo mais informações sobre esse maravilhoso local? Assine nossa newsletter e tenha acesso ao melhor conteúdo sobre as opções de turismo no Pantanal mato-grossense.

 

Comments

comments



Assine nossa Newsletter





Acompanhe a Rede de Hotéis Mato Grosso nas Redes Sociais

EnglishFrenchPortugueseSpanish