“Ecofeira Comunitária” comercializa produtos regionais e reciclados no Hotel Mato Grosso Águas Quentes

ecofeira no Hotel Mato Grosso Águas Quentes

Contribuir com o aumento da renda da comunidade, atender a curiosidade dos turistas e realizar o descarte sustentável de resíduos são alguns dos motivos que levaram o Hotel Mato Grosso Águas Quentes, a cerca de 85 km de Cuiabá, a criar uma feira com produtos artesanais dentro do estabelecimento, em parceria com moradores artesãos da Serra de São Vicente.

A “Ecofeira Comunitária” funciona diariamente na recepção do hotel e comercializa uma infinidade de produtos locais que vão desde alimentos, como bolos, pães, doces, ovos caipira, farinha e biscoitos, a brinquedos sustentáveis, como bonecas de crochê, carrinhos de madeira e objetos decorativos, com valores que variam entre R$ 5,00 e R$ 200,00, este último preço, produto fabricado com madeira reutilizada, como uma adega de vinho. Toda a renda é revertida aos artesãos.

“A feira nasceu há 5 anos, quando os gestores do local perceberam que os produtos regionais utilizados pelo hotel poderiam estar disponíveis também para os visitantes do Parque Estadual Águas Quentes, pois muitos hóspedes procuravam pelos produtos caseiros e souvenirs para levarem de recordação do hotel”, explica o gestor ambiental Joab Almeida da Silva.

Segundo ele, a ideia de reciclar alguns produtos como garrafas pet, latas, vidros e papelão e transformá-los em objetos de decoração como puffs, partiu do colaborador do hotel, Joel Gomes da Silva, que é artesão por hobby. “A destinação final de potes de vidros e garrafas também nos levou a reciclá-los”, justifica Joab, que também fabrica peças com resíduos de madeira nas horas vagas.

O gestor ambiental das Águas Quentes conta que em Cuiabá não havia empresas de recolhimento ou reciclagem de vidro, latas e madeira residual e os resíduos acabavam sendo descartados como rejeitos comuns. Entretanto, os moradores e funcionários do hotel passaram a recolher latas e vidros, que após o processo de higienização, são transformados em copos, jogos de sobremesa e até saladeira.

“Outros potes de vidros são doados para as doceiras da comunidade, que fabricam saborosos doces caseiros para serem consumidos no hotel e também disponibilizados na ecofeira”, completa Joab.

Brinquedos e peças decorativas feitas de sobras de madeira da manutenção predial do hotel também ganham foco sustentável e criativo nas mãos dos artesãos. As peças substituem o plástico e despertam a consciência ecológica, principalmente nas crianças.

Responsável pela organização e vendas da feira, a artesã e confeiteira Renata de Lima Gonçalves Pereira lembra da importância do espaço cedido pelo hotel para a comercialização dos produtos locais. “Além de gerar renda e o sustento de muitas famílias, a feira aumenta a autoestima dos moradores, que ficam muito felizes e mais motivados ao terem seus produtos expostos em um local que recebe visitas de turistas do mundo inteiro”, destaca.

A infinidade de resíduos gerados no hotel possibilita outras formas de reaproveitamento e os idealizadores já começam a pensar em oferecer cursos aos moradores das comunidades vizinhas para aprenderem a transformar lixo em produto de valor comercial.

O Hotel Mato Grosso Águas Quentes está localizado no km 77 da BR-364, na Serra de São Vicente, em Santo Antônio do Leverger. Mais informações no site: www.hotelmt.com.br.

 

Fonte: Olhar Direto

 

Comments

comments



Assine nossa Newsletter





Acompanhe a Rede de Hotéis Mato Grosso nas Redes Sociais

EnglishFrenchPortugueseSpanish