Águas termais proporcionam alívio no clima seco e baixa umidade do ar

Balneários de águas termais são ótimas opções para turistas que procuram amenizar os efeitos do clima seco nessa época do ano, principalmente neste mês de setembro em Mato Grosso, um dos piores em termos de problemas respiratórios pelas queimadas e baixa umidade do ar.

Conhecidas pelas propriedades medicinais, as águas termais estão espalhadas por várias regiões no Estado, em especial nos municípios de Santo Antônio de Leverger, em especial no Parque Estadual das Águas Quentes, Juscimeira, Rondonópolis, Poxoréu e Primavera do Leste.

Dentre os benefícios das águas termais estão a melhora do sistema respiratório devido o vapor liberado que funciona como um filtro natural e proporciona efeito descongestionante para os incômodos provocados por gripes, resfriados e rinite alérgica, além de relaxar membros e aliviar dores reumáticas, auxiliar na pressão arterial e amenizar o cansaço físico e mental.

Criado em 1978, o Parque Estadual Águas Quentes, administrado pela Rede de Hotéis Mato Grosso, foi a primeira unidade de conservação de Mato Grosso a ter uma estrutura de pousada e piscinas termais naturais. O hotel fica na região da Serra de São Vicente, a cerca de 85 km de Cuiabá.

A curiosidade do turista fica por conta do fenômeno natural que provoca o surgimento das águas quentinhas e com propriedades medicinais. “As águas termais são águas de chuvas que penetram no solo chegando à superfície com temperatura muito elevada e profundidade entre 1.500 a 3 mil metros”, explica o gestor ambiental Joab Almeida Silva, mestre em recursos hídricos.

O especialista afirma que rochas mineralizadas fazem pressão sobre as águas, que quando sobem, não tem tempo de resfriar e ficam aquecidas pelo fenômeno denominado de gradiente geotérmico. “As águas que não escoam para rios, lagos ou oceanos, ficam confinadas em aquíferos, que pelo contato com as rochas quentes, também vão ganhando pressão. Se houver rachadura nas rochas, ela encontra esse caminho e escapa depressa para o topo, perdendo um pouco do calor, formando assim a fonte de água termal”, esclarece Joab.

Na região das Águas Quentes, os visitantes podem conhecer e desfrutar de quatro piscinas naturais de águas termais de origem subterrânea, com fontes que variam entre 33 a 42 graus. “Com a infiltração da água da chuva no topo da Serra de São Vicente, a água quente sofre uma pressão muito grande e aflora pelas fraturas das rochas”, reforça o especialista.

O Hotel Mato Grosso Águas Quentes está localizado no km 77 da BR-364, na Serra de São Vicente, em Santo Antônio do Leverger. Para mais informações acesse: www.hotelmt.com.br.

 

Foto: arquivo
Fonte: Assessoria de imprensa Rede de Hotéis MT

Comments

comments



Assine nossa Newsletter





Acompanhe a Rede de Hotéis Mato Grosso nas Redes Sociais

EnglishFrenchPortugueseSpanish